Pular para o conteúdo
Descartáveis - 13.08.2019

O que é e como descartar lixo hospitalar?

 

Os resíduos descartados por hospitais, clínicas e prontos socorros podem ser bastante perigosos quando descartados incorretamente. Precisando de atenção extra, o lixo hospitalar pode contaminar tanto outras pessoas quanto o meio ambiente, por isso, precisam seguir recomendações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o descarte e tratamento.

 

O QUE É LIXO HOSPITALAR?

 

Seja ele sólido, líquido ou misto, o lixo hospitalar é aquele produzido em qualquer local que trabalhe com atendimento médico de qualquer natureza (tanto para humanos quanto para animais), como clínicas, laboratórios, hospitais e pontos de pronto atendimento. Se enquadram como resíduo hospitalar materiais como bolsas de sangue, seringas, gazes, algodões, luvas e medicamentos e até mesmo resíduos tóxicos e radioativos. 

O lixo hospitalar é especificados por tipos, que são divididos entre os seguintes grupos:

 

  • Grupo A: lixos potencialmente infectantes, como bolsas de sangue e restos de curativos. 
  • Grupo B: resíduos químicos que possam também trazer danos ao meio ambiente, como medicamentos e reagentes de laboratório. 
  • Grupo C: materiais radioativos.
  • Grupo D: resíduos que não possam causar danos à saúde e ao meio ambiente e que não possam causar acidentes e nem tenham entrado em contato com agentes infectantes. Exemplo: papéis, gesso e recicláveis.
  • Grupo E: objetos perfurocortantes, como seringas, agulhas e lâminas de bisturi. 

 

COMO DESCARTAR LIXO HOSPITALAR?

O descarte correto do lixo hospitalar é de responsabilidade do local que o produz, e deve ser descartado de acordo com seu tipo.

É imprescindível que o lixo infectante seja separado dos demais, e ele comumente é incinerado ou esterilizado no momento do descarte.

Os resíduos hospitalares também precisam ser colocados em embalagens diferenciadas, nas quais esteja sinalizado o conteúdo, como as caixas coletoras infectantes de material perfurocortante.

posts relacionados

Luvas de segurança, higiênicas e de limpeza, entenda a diferença

Receba Nossas Novidades!